Últimas Notícias
Agricultura
Brasil
Brasileirão
Colunistas
Copa Do Mundo
Cultura E Lazer
Economia
Eleições
Esportes
Expediente
Geral
Internacional
Maringá
Noite / Festas
Notícia Regional
Pan Rio2007
Paraná
Paranaense
Pequim 2008
Política
Saúde E Ciência
Tecnologia
Loterias
Página Principal
.:: P U B L I C I D A D E ::.
 
 
 
 
 
 
 
Esportes
06/04/2017

Atleta paranaense de apenas 6 anos disputa Campeonato Paranaense de Kickboxing


Acontece nos dias 21 e 22 de abril o Campeonato Paranaense 2017 de Kickboxing. A disputa é também uma seletiva para o campeonato brasileiro da categoria. A competição será na Associação dos Funcionários Municipais de Maringá, em Maringá. Vitória Camargo Alves , de apenas 6 anos de idade, promete ser um dos destaques do campeonato. A pequena atleta participa pela segunda vez da disputa. O ano passado ela foi campeã. A mãe da menina, conta que ela já está ansiosa. “ Ela está a mil, conta para todo mundo que vai participar do campeonato. Está toda animada para ir para Maringá competir”, afirma Franciele Camargo. A família mora na cidade de Marechal Cândido Rondon. Segundo os pais, Vitória sempre gostou de brincar de “lutinha” em casa. O pai treinava MMA quando era mais jovem. Há um ano ela começou a treinar em uma academia próximo a residência deles. “Nós inscrevemos ela nas aulas e, em pouco tempo, o treinador Victor Sabino já conversou com a gente dizendo que a Vitória tinha muito potencial e ótima desenvoltura”, diz a mãe. Com a proximidade da competição a criança divide a rotina de estudos com os treinamentos. A pequena atleta treina três vezes na semana. “Por causa da proximidade da competição os treinos foram intensificados. Infelizmente ainda é difícil achar crianças com a idade dela para que ela possa disputar uma categoria, mas ela está se preparando para caso haja outra atleta da mesma idade, esteja preparada”, conta Franciele. A expectativa dos pais da menina é que no ano que vem, quando Vitória faz 7 anos, ela já possa disputar o Campeonato Brasileiro de KickBoxing. A mãe afirma que está ansiosa. “ A gente fica tão ansioso quanto ela. Minha filha tem apenas 6 anos, temos medo que ela se decepcione ou fique frustrada, mas independente disso incentivamos muito a Vitória a competir”.


  ÚLTIMAS NOTÍCIAS