Últimas Notícias
Agricultura
Brasil
Brasileirão
Colunistas
Copa Do Mundo
Cultura E Lazer
Economia
Eleições
Esportes
Expediente
Geral
Internacional
Maringá
Noite / Festas
Notícia Regional
Pan Rio2007
Paraná
Paranaense
Pequim 2008
Política
Saúde E Ciência
Tecnologia
Loterias
Página Principal
.:: P U B L I C I D A D E ::.
 
 
 
 
 
 
 
Economia
09/12/2016

Inflação avança 0,18% em novembro, menor alta para o mês desde 1998


A inflação oficial do país avançou 0,18% em novembro, desacelerando em relação a outubro, divulgou o IBGE na manhã desta sexta-feira (9). Foi a menor alta para meses de novembro desde 1998. O indicador havia registrado alta de 0,26% em outubro. Em setembro, a ligeira alta de 0,08% chegou a gerar expectativas de que a inflação dava início ali a um movimento de melhora, que, no entanto, não se concretizou no mês seguinte. O dado veio abaixo do centro de expectativas de analistas ouvidos pela agência internacional Bloomberg, que estimavam avanço de 0,27% da inflação em novembro e de 7,08% em 12 meses. A taxa também foi a segunda mais baixa do ano, que começou com inflação alta, de 1,27% em janeiro, e veio desacelerando. Os meses que tiveram os menores indicadores, contudo, apresentaram fortes altas logo nos meses seguintes. Desta vez, os vilões da inflação foram os itens que compõem o grupo de saúde e cuidados pessoais, que tiveram alta de 0,57%. O item saúde sofreu impacto da alta de 1, 07% dos planos de saúde. As despesas de casa também ficaram mais caras. O item habitação teve alta de 0,30%, com destaque para energia elétrica, que subiu 0,43%, devido à mudança do regime das bandeiras tarifárias. Na ponta oposta, o item alimentação e bebidas deu alívio ao bolso do consumidor, tendo registrado queda de 0,20%. Os alimentos passaram quase todo o ano em trajetória de alta, mas começaram a ceder em outubro, no período de entressafra de alguns produtos e escoamento de produção agrícola. O feijão carioca, em novembro, teve queda de preço da ordem de 17,52%.


  ÚLTIMAS NOTÍCIAS