Últimas Notícias
Agricultura
Brasil
Brasileirão
Colunistas
Copa Do Mundo
Cultura E Lazer
Economia
Eleições
Esportes
Expediente
Geral
Internacional
Maringá
Noite / Festas
Notícia Regional
Pan Rio2007
Paraná
Paranaense
Pequim 2008
Política
Saúde E Ciência
Tecnologia
Loterias
Página Principal
.:: P U B L I C I D A D E ::.
 
 
 
 
 
 
 
Brasileirão
09/10/2011

Corinthians vence na estreia de Adriano e vira líder


Para fechar uma rodada perfeita para o Corinthians, que acaba com a equipe na liderança isolada do Brasileirão, só mesmo uma convincente vitória por 3 a 0 sobre o Atlético-GO, na noite deste domingo (9), no Pacaembu. A festa da torcida corintiana, que já havia comemorado derrotas de Vasco, Botafogo e São Paulo, concorrentes diretos ao título, ficou completa quando Adriano entrou em campo, aos 34 minutos do segundo tempo, para fazer uma breve estreia com a camisa alvinegra. O atacante teve uma chance de encerrar um jejum de 17 meses sem marcar, mas não conseguiu chegar no passe preciso de Ramírez. A vitória levou o Corinthians a 51 pontos, um a mais que o Vasco que perdeu para o Inter no Beira-Rio. Na sequência aparecem São Paulo e Flamengo, com 47, e o Botafogo, com 46 e um jogo a menos. O Atlético-GO caiu uma posição, em 12.º, com 38 pontos. Em seu primeiro jogo desde que janeiro, quando participou de uma partida da Roma contra a Lazio, pela Copa da Itália, Adriano mal tocou na bola. Tite havia afirmado que esperava não precisar promover a estreia do atacante, que se diz com apenas 20% da sua condição física, mas acabou sucumbindo aos insistentes pedidos da torcida que lotou o Pacaembu com mais de 36 mil pessoas. Na 29.ª e próxima rodada, quarta-feira, o Corinthians recebe o Botafogo, mais uma vez no Pacaembu, às 21h50. O Atlético-GO vai até Florianópolis para visitar o Avaí, mas o jogo é na tarde do feriado, às 16h. O jogo Se, antes do jogo, o grande problema do Corinthians era no ataque (sem Liedson, machucado, e Emerson, suspenso), com a bola rolando isso logo foi solucionado. Logo com 8 minutos, Fábio Santos cruzou da esquerda e encontrou Danilo livre no meio da área. O meia cabeceou e acertou o travessão. Na sequência do lance, escanteio para o Corinthians. Alex cobrou e desta vez quem estava livre era Leandro Castán, que subiu alto para abrir o placar. O Corinthians era muito superior, mas levou quase meia hora para fazer o segundo gol. Depois que a zaga do Atlético-GO bateu cabeça, a bola sobrou para Willian, que, de fora da área, acertou chute preciso no ângulo direito de Márcio. Nova falha da zaga goiana para o terceiro gol corintiano. A defesa saiu jogando errado, Danilo roubou e tocou para Alex. O ex-colorado recebeu na área, bateu de direita - seu pé ruim -, mas fez um belo gol. Amplamente dominado no primeiro tempo, o técnico Hélio dos Anjos tentou corrigir o time no intervalo, fazendo duas substituições. Trocou Rafael Cruz, mal na marcação, por Joílson, e o volante Agenor, que já tinha amarelo, pelo meia Vítor Júnior. Até pela comodidade do Corinthians, que vencia por placar favorável, os goianos cresceram no jogo, chutaram bastante a gol, mas só deram trabalho a Júlio César num chute de Anselmo, aos 13. Quando conseguiu voltar a controlar o jogo, o Corinthians requentou a bola. A partida seguiu morna até Adriano ser chamado a entrar. Foram quase dez minutos de êxtase da torcida até que ele entrasse em campo, aos 34, no lugar de Alex. Pesado, Adriano pouco participou do jogo, mas teve a chance de marcar. Ramírez, outro que voltava de lesão - estava parado desde junho - ficou na cara do goleiro, mas rolou para o centroavante se consagrar. Adriano não conseguiu chegar na bola e acabou desarmado, no último lance do jogo. AE


  ÚLTIMAS NOTÍCIAS