Últimas Notícias
Agricultura
Brasil
Brasileirão
Colunistas
Copa Do Mundo
Cultura E Lazer
Economia
Eleições
Esportes
Expediente
Geral
Internacional
Maringá
Noite / Festas
Notícia Regional
Pan Rio2007
Paraná
Paranaense
Pequim 2008
Política
Saúde E Ciência
Tecnologia
Loterias
Página Principal
.:: P U B L I C I D A D E ::.
 
 
 
 
 
 
 
Pequim 2008
20/08/2008

Com torcida contra, seleção masculina de vôlei bate China e vai à semifinal


A seleção brasileira masculina de vôlei não se intimidou com a barulhenta torcida chinesa, que lotou o ginásio em Pequim, e venceu com facilidade os donos da casa por 3 sets a 0, parciais de 25/17, 25/15 e 25/16, nesta quarta-feira. Com o triunfo, o time do técnico Bernardinho garantiu vaga nas semifinais dos Jogos Olímpicos de Pequim.

Agora, a equipe brasileira encara a Itália, que venceu a Polônia por 3 sets a 2, parciais de 25/19, 25/22, 18/25, 26/28 e 17/15. O confronto, que será realizado na sexta-feira, é uma reedição da final dos Jogos Olímpicos de Atenas-2004, quando o Brasil venceu a Itália por 3 sets a 1 e levou seu segundo ouro na história.

A outra partida das semifinais será entre a Rússia, que derrotou a Bulgária por 3 a 1, e o vencedor do duelo entre Estados Unidos e Sérvia, que se enfrentam ainda nesta quarta-feira.

Antes da vitória diante dos chineses, a seleção brasileira venceu o Egito, a Sérvia, a Polônia e a Alemanha na primeria fase --perdeu apenas para a Rússia. Mesmo assim, terminou na liderança do Grupo B.

Empolgada por contar com o apoio da torcida, a China, que se classificou em último lugar do Grupo A, equilibrou o confronto com o Brasil até o nono ponto do primeiro set. Depois, a seleção brasileira imprimiu seu ritmo e venceu com facilidade por 25 a 17.

No segundo set, a equipe brasileira manteve o domínio e fechou em 25 a 15. Na última parcial, o time de Bernardinho continuou passeando em quadra e ganhou por 25/16.

Os brasileiros tentam recuperar o seu domínio no vôlei perdido após os tropeços na Liga Mundial --perdeu para os Estados Unidos por 3 a 0 nas semifinais e para a Rússia, na disputa pelo bronze, por 3 a 1. A quarta colocação foi o pior resultado da equipe sob o comando do treinador, que desde 2001 nunca havia ficado fora do pódio em um torneio.

Ouro em Barcelona-1992 e em Atenas-2004, a seleção brasileira masculina de vôlei busca o tricampeonato olímpico.



  ÚLTIMAS NOTÍCIAS