Últimas Notícias
Agricultura
Brasil
Brasileirão
Colunistas
Copa Do Mundo
Cultura E Lazer
Economia
Eleições
Esportes
Expediente
Geral
Internacional
Maringá
Noite / Festas
Notícia Regional
Pan Rio2007
Paraná
Paranaense
Pequim 2008
Política
Saúde E Ciência
Tecnologia
Loterias
Página Principal
.:: P U B L I C I D A D E ::.
 
 
 
 
 
 
 
Colunistas
15/10/2007

Veja a coluna de Juarez Firmino


Empreendimento

Foi constituído com festa, esta semana, em Maringá, o Centro Empresarial Contábil, provavelmente o primeiro condomínio do país que abrigará mais de 40 empresas de serviços contábeis e conta com o apoio do SESCAP-PR (Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas no Estado do Paraná).

 

Sonho

Fruto de um antigo sonho dos empresários da contabilidade, o empreendimento, que será construído na cidade, expressa a união e ousadia do setor e vai atender de forma diferenciada mais de 4 mil empresas na Região. “É a concretização de mais um anseio da classe”, explica o diretor regional do SESCAP-PR, Antonio Romero Filho. 

Atendimento

O prefeito Silvio Barros, nesta quinta-feira (11), entre 6 e 8 horas, realizou atendimento à população. Cerca de 20 pessoas conversaram com o prefeito na sala de reuniões do gabinete e fizeram solicitações, deram sugestões e tiraram dúvidas. Este procedimento é comum nos municípios pequenos, esta ligação executivo direto com a população é importante para ambos. 

Controle

A Controladoria-Geral da União (CGU) pretende levar, até o final do ano, ações de apoio a unidades de controle interno dos Estados e municípios, iniciativa que faz parte do Programa de Fortalecimento da Gestão Pública. De acordo com a Secretaria de Prevenção da Corrupção e Informações Estratégicas (SPCI), a proposta é apoiar as prefeituras e governos estaduais com orientações técnicas para a criação de órgãos ou sistemas de controle interno, ou para o aperfeiçoamento dos já existentes. 

TV Brasil

O Diário Oficial da União publicou na sua edição do dia (11) a Medida Provisória nº. 398/2007, que institui a Empresa Brasil de Comunicação – EBC, conhecida como TV Brasil. Agora parte dos impostos que forma o orçamento da união será para a manutenção da TV estatal.  

Doações

A Delegacia da Receita Federal do Brasil de Foz do Iguaçu (PR) doou, de janeiro a setembro deste ano, R$ 31.434.123,21 em mercadorias como brinquedos, aparelhos eletrônicos e de informática, vestuário e veículos. As doações foram feitas a entidades assistenciais e órgãos públicos. 

Simples Nacional

As micro e pequenas empresas deverão até 31/10 quitar todos os seus débitos com as três esferas de governo para garantirem sua manutenção no simples nacional, o fato é que muitas delas não possuem recursos para isto, consequentemente serão desenquadradas do sistema. 

Injusto

O sistema é injusto, já que as que mais precisam de ajuda serão as que perderão o beneficio, passando a pagarem mais impostos dependendo do caso.  

Pedágio

Segundo o secretário dos Transportes, Rogério W. Tizzot, comentando sobre o valor do pedágio no Paraná, “Não há, na economia brasileira, inflação, juros ou qualquer outro mecanismo econômico-financeiro que legitime essas tarifas abusivas que penalizam, há quase 10 anos, toda a economia paranaense. Aliás, só há uma razão para que as tarifas continuem nesse patamar: a ganância das concessionárias”. 

Discrepância

A discrepância das tarifas cobradas no Paraná lembra Tizzot, ficou mais evidente depois dos leilões do pedágio federal, realizados na terça-feira (09). Enquanto que no Paraná as tarifas, para carros, variam entre R$ 4,30 e R$ 10,90, os três trechos de vias federais concessionados no Estado vão ter valores de R$ 1,02 até R$ 2,54. 

Renda histórica

Os produtores do Paraná deverão obter em 2007 a maior renda bruta agropecuária da história. Com o avanço da colheita e efetivação das vendas dos produtos com preços melhores em relação a 2006, o Valor Bruto da Produção (VBP) deverá atingir R$ 33,25 bilhões, um aumento de 29% em relação à renda bruta gerada no campo no ano passado, que foi de R$ 25,77 bilhões em todo o Estado. 

Bom momento

Para o secretário da Agricultura e do Abastecimento, Valter Bianchini, a projeção para Valor Bruto da Produção deste ano somada aos resultados da agroindústria que agrega mais valor à produção primária já está se refletindo em bons indicadores para o Paraná na área da indústria, comércio e serviços. “A renda bruta que será gerada este ano na agropecuária paranaense comprova o bom momento que está passando o setor no Paraná. Os bons preços dos produtos agrícolas já estão refletindo no VBP que será histórico”, afirmou Bianchini. 

Juarez Firmino    juarezfirmino2004@hotmail.com.br



  ÚLTIMAS NOTÍCIAS